MINICURSOS
Vagas limitadas

Minicurso de campo 1 Técnicas Verticais para Avaliação de Árvores de Risco
13 de setembro Eng Flor. Gustavo Henrique Lopes Garcia 
8h às 11h30  
Saída: Centro de Convenções Neste curso serão apresentadas as principais técnicas utilizadas por arboristas para acesso à copa de árvores com aplicação voltada para a inspeção de galhos, tronco e forquilhas. 
Minicurso 2 Manejo de Vegetação: do licenciamento à execução 
  Biol. André Puente e Eng. Agron. Marcio Del Pino
13 de setembro  
 8h às 11h30 Licenciamento; Laudos; ABNT 16246-1: Execução/Manejo de poda; ABNT 16.246-3: Avaliação de árvores risco; ABNT 16.246-4: Árvores na construção civil

 

Minicurso 3 Bases Legais da Arboricultura no Brasil
  Dra. Rosângela Gimenez (CMMA)
13 de setembro  
 8h às 11h30 Este minicurso abordará questões acerca da arboricultura no Brasil sob o aspecto jurídico e legal, considerando a arborização urbana como parte integrante do meio ambiente, bem jurídico difuso que deve estar à disposição da coletividade.

 

Minicurso 4 Por dentro do Exame Internacional de Certificação para Arboristas 
  Pedro Mendes Castro
13 de setembro
 
 8h às 11h30  O mini curso é voltado para os profissionais que têm interesse em se certificar como Arborista pelo processo de certificação da ISA – Sociedade Internacional de Arboricultura, e aborda todo o conteúdo do exame de certificação: manejo de solo; Identificação e Seleção de Espécies; Plantio e Estabelecimento; Práticas de segurança no trabalho; Biologia das Árvores; Poda; Diagnóstico e Tratamento; Florestamento Urbano; Proteção das Árvores; Manejo de Riscos de Árvores. 

 

Minicurso de Campo 5 Observação de Aves Urbanas em Campo Grande: Hotspot Parque do Prosa
13 de setembro Simone Mamede e Maristela Benites
8h às 11h30  
Saída: Centro de Convenções
Campo Grande é considerada uma das capitais mais arborizadas e também considerada “a capital da observação de aves”. Entre os 30 “hotspots” que abriga, o  curso vai abordar a técnica de observação de aves e a importância para a pesquisa de indicadores de biodiversidade 

 

Minicurso 6 Melhores Práticas no Manejo da Arborização Urbana
  Eng Agron. Me José Ricardo Martins da Silva
13 de setembro  
8h às 11h30  Conceitos básicos paisagismo, arborização e as florestas urbanas, biomas e ecossistemas; vegetação e benefícios; aspectos botânicos, ecológicos, edáficos; viveiro de plantas; abordagem do planejamento, plantio e a manutenção na arborização urbana; manejo aplicado (árvores de risco, medidas preventivas, corretivas, revisões necessárias, poda e supressão); aplicações práticas; equipamentos, utensílios e ferramentas utilizadas na arboricultura.

 

Minicurso 7 Projeto de Arborização Urbana Sustentável 
  Alexandre Moraes Ferreira (CREA PA)
15 de setembro  
 8h às 11h30 Aplicação dos princípios e práticas de sustentabilidade no projeto e execução da arborização urbana: arquitetura, biodiversidade e função social das espécies; plantio e condução natural, aproveitamento de frutos e biomassa.

 

Minicurso de Campo 8 Observação de Aves Urbanas em Campo Grande: Hotspot Parque do Prosa
15 de setembro Simone Mamede e Maristela Benites
8h às 11h30  
 Saída: Centro de Convenções Campo Grande é considerada uma das capitais mais arborizadas e também considerada “a capital da observação de aves”. Entre os 30 “hotspots” que abriga, o  curso vai abordar a técnica de observação de aves e a importância para a pesquisa de indicadores de biodiversidade 

 

Minicurso 9 Uso de inteligência artificial aplicado à gestão de árvores urbanas
  Dr. Marcelo Machado Leão
15 de setembro  
 8h às 11h30 Ferramentas tecnológicas que contemplam o uso de inteligência artificial, automatizações da coleta e processamento de dados, destinadas a gestão da arborização urbana

 

Minicurso Especial 10 Iniciando uma Carreira na Arborização Urbana
  Charles Coelho; Paulo Augusto e Garbugio da Silva
16 de setembro  
8h às 11h30

R$35,00

O desafio do empreendedorismo e inovação na arborização: Como começar? Por onde? Devo arriscar? Público alvo: Estudantes de cursos técnicos, graduação e pós-graduação em andamento ou fase de conclusão do curso, e, recém formados.

 

Minicurso 11 Avaliação de árvores de risco
(com demonstração em campo) Sergio Brazolin (IPT-SP) e Tania Castroviejo (PD Instrumentos)
16 de setembro  
 8h às 11h30 Conceitos, fatores e práticas do manejo da arborização urbana, na avaliação do risco de queda de árvores. A biomecânica é uma abordagem recente, que reúne o conhecimento da biologia e da engenharia na na avaliação dos fatores de segurança e, portanto, risco de ruptura de parte ou de todo o exemplar arbóreo. Os fatores intrínsecos à árvore, como dendrometria, arquitetura e propriedades físicas e mecânicas do lenho; extrínsecos (solo, vento, agentes biológicos…); e antrópicos (planejamento, manejo…) serão analisados para auxiliar o técnico ou arborista na tomada de decisão sobre a melhor prática de manejo.