Programa de Pós Graduação em Recursos Naturais – PGRN

O Programa de Pós Graduação em Recursos Naturais (PGRN), da Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia (FAENG) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul,  é o unico programa da UFMS na área de Ciências Ambientais, acolhendo pesquisas com abordagens múltiplas e interdisciplinares em várias áreas do conhecimento. Foi criado em 2015 e abriu seu primeiro edital de seleção em outubro de 2016.

Conta com corpo docente e discente  -mestrandos e pós doutorandos – de atuação multidisciplinar (Engenharias, Ciências Agrarias, Geociências, Ciências Biológicas, Ciências Humanas e Ciências Sociais Aplicadas). Abriga projetos de pesquisa acadêmicos, em Tecnologia e Inovação em parceria com empresas privadas, convênios, projetos de extensão e vem ampliando sua internacionalização.

O ingresso é feito por edital de seleção, oferecendo 20 vagas anualmente. O acompanhamento de egressos demonstra que os profissionais vêm se colocando no mercado público e privado, em agencias governamentais ligadas ao Meio Ambiente, em secretarias municipais e estaduais de meio ambiente, como profissionais autônomos, atuando em consultorias, em empresas, e também na carreira acadêmica.

A área CAPES do PGRN é Ciências Ambientais, a única pós graduação da UFMS nesta área. A área de concentração é Recursos Naturais com as seguintes as linhas de pesquisa:

Análise Integrada e Geotecnologias
Abrange estudos voltados para a análise integrada e geoprocessamento, reunindo as pesquisas voltadas ao desenvolvimento de métodos e técnicas de aquisição, gerenciamento, representação e análise de informações espaciais e ambientais para a compreensão e projeção de cenários relacionados aos componentes geobiofísicos, processos e ciclos naturais fundamentais, mudanças no quaternário e gestão dos recursos naturais. Estão incluídas pesquisas com o uso de imagens aéreas e orbitais coletadas por sensores ativos e passivos, receptores GNSS (Global Navigation Satellites)  sondas, dentre outros equipamentos. Serão conduzidos estudos com ênfase nos Biomas Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica e Chaco, que se encontram no Estado de Mato Grosso do Sul.
Observação: união das antigas linhas de pesquisa “Análise Integrada de Geosistemas” e “Geotecnologias Aplicadas”.

Natureza e Sociedade
Abrange pesquisas que tem como objeto a interação entre os recursos naturais e a sociedade, a identificação, a variabilidade e disponibilidade de recursos naturais, a ação humana e sua influência na dinâmica das paisagens naturais e antrópicas, como subsídio a políticas de proteção e gestão ambiental em meio rural, áreas protegidas e meio urbano. Reúne estudos dos serviços ambientais e ecossistêmicos e de indicadores de biodiversidade, especialmente nos biomas Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica e Chaco.
Observação: expansão da antiga linha de pesquisa “Recursos Florestais Nativos”.

Bioeconomia
Concentra pesquisas voltadas à economia verde, aos arranjos produtivos, à sustentabilidade das cadeias produtivas com ênfase na região CentroOeste do Brasil. Reúne investigações sobre os agroecossistemas em meio rural e urbano, as novas relações da economia com a natureza, as inovações nas cadeias produtivas tradicionais, a inclusão da cultura produtiva dos povos tradicionais, a infraestrutura verde, novos materiais e soluções tecnológicas, às políticas públicas ações e comportamentos quanto à utilização dos recursos biológicos, para a criação de produtos e serviços para a gestão mais sustentável do território.
Observação: Linha de pesquisa nova.

A produção científica do PGRN mescla produções bibliográficas e técnicas e vem crescendo desde sua criação.  A publicação de artigos científicos em periódicos de extratos superiores quintuplicou a partir de 2018 e vem ascendendo.